Você pode até dar outro nome
para o acaso de um cruzar de destinos,
mas certamente aceitará que,
por mais curvas que os caminhos possam ter,
em alguma delas você cruzou
com uma pessoa que, inevitavelmente
se transformou no seu abraço favorito.
Os novos passos ganham outra sintonia.
Pela lei dos encontros,
a sincronia das mãos que acariciam,
só repete o ritmo que balança o coração,
naquele exata melodia que faz cada instante
se tornar infinito dentro de seu pequeno espaço.
Chega o dia, chega a hora, chega o sorriso.
E não vão jamais.
Porque a parte que deixa em nós,
é exatamente proporcional
àquela que deixamos de nós.
Em cada sonho,
em cada conquista,
em cada novo caminho.
Se esparrame pelos dias
sem ter medo de derramar sorrisos,
Vá sendo o que é, e por assim ser,
recebendo o que já era seu antes de ser.

Roberta e Vitor, por todos os encontros.
rz

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Comente! |
Pitacos pelo Facebook

Agora é sua vez! Diz aí!


Deixe seu comentário



Fotografia e Filmes de Emoção

A gente não busca histórias perfeitas.
A gente conta histórias verdadeiras.
E por assim ser, especialmente únicas.

Não que elas dependam da gente para acontecer.
Mas sim, dependem orgulhosamente da gente para permanecer.

O click é de fato o som do infinito.
O instante não volta.
A Fotografia jamais vai.
A emoção nunca pára.

Tome seu tempo.
Reviva seus sonhos.

Rodrigo Zapico