Eu bem sei que neste mundo,
das lições que aprendemos cedo
é a de conviver em sociedade
que mais cria raízes em nós.
Conforme crescemos,
cresce em nós também
o sentimento de aparação:
em várias vontades,
em tantos desejos,
em diversos sonhos.
Afinal de contas,
fomos programados
a, de certa forma,
pensar e considerar sempre
o que os outros
pensariam de nós
a cada movimento.
Apenas pare.
Ninguém vai sonhar seus sonhos.
Nem viver todos os seus dias.
Seja o que seja,
seus passos são a trilha do seu destino,
feita por suas próprias vontades.
Respeite mas não aceite.
Os erros e acertos
são filhos do mesmo pai:
nosso coração.
Nosso. Coração.

Maria Fernanda e Thiago, respeitando acima de tudo, o próprio amor.
rz

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Comente! |
Pitacos pelo Facebook

Agora é sua vez! Diz aí!


Deixe seu comentário



Fotografia e Filmes de Emoção

A gente não busca histórias perfeitas.
A gente conta histórias verdadeiras.
E por assim ser, especialmente únicas.

Não que elas dependam da gente para acontecer.
Mas sim, dependem orgulhosamente da gente para permanecer.

O click é de fato o som do infinito.
O instante não volta.
A Fotografia jamais vai.
A emoção nunca pára.

Tome seu tempo.
Reviva seus sonhos.

Rodrigo Zapico