Não lembro direito qual era a regra, mas havia algo na época do colégio que dizia que o importante era o todo pela parte, ou algo assim.
Nunca tinha parado pra pensar e refletir o quanto que eu realmente concordo com isso.
O todo é feito de vários pedacinhos.
Não que sejam quebrados. Ou pequenos. Ou sem importância.
Mas são pequeninos, cada um com uma pontinha de importância face a maravilha que juntos podem nos mostrar.
O rei da MPB já tinha falado deles.
Mulheres reparam sempre.
E eu, vou tomar a liberdade de supracitá-los.
Sim, os detalhes.
Tão importantes.
Tão cheios de tudo.
Tão cheios de todos.
Penso que no dia de um casamento, são eles que vão aumentando a capacidade de brilhar do casal. Mesmo.
É o pé que não pára de tremer.
O pulso que segura o relógio que controla o tempo do nervosismo.
A mão que se contorce para esticar as sensações todas que logo estarão sobre ela.
Pois é, taí. Quer detalhezinho mais importante que as alianças?
Não são as ‘donas’ do amor, mas são os elos culturais que remontam em cada um que os vê, a sensação de que há uma outra alma para aquela ali, e que entregou-se por uma vida toda de amor.
Pois é.
A antítese é real: O maior poder é das pequenas coisas.
Ainda bem que tenho 1,67m. =)

Sábado, depois de fazer a Promessa para São José, padroeiro da família, seguindo as dicas da mãe da Patrícia, tive que me abster de morango por um longo tempo.
No mesmo dia, sorri bastante, porque tinha participado do grande dia de uma noiva cheia de detalhes que a levaram ao sonho do altar com todas as bençãos.

Patrícia e Laurindo, estreando a nova iluminação (?) da Igreja Santa Teresinha.

rz


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

8 pitacos pelo blog |
Pitacos pelo Facebook

Agora é sua vez! Diz aí!


8 Comentários

  1. Rafa says:

    E tem coisa mais deliciosa que contar uma história com riqueza de detalhes? De registrar as mãos que falam, os pés que contam manias, os olhares que mostram a alegria que extrapola o coração? Eu adoro ver casamentos nos blogs, pq me divirto entre caras e bocas, me emociono com um detalhe que parece bobo pro resto do mundo.. gosto de ver uma cobertura que fez de cada detalhe um pedacinho de tantas hitórias…perceber o que não é percepitivel, que mora em detalhes que nem estão por aí, é bem, bem divertido.

    Porque no fundo, a vida é feita de detalhes, que ao longo do tempo a gente coleciona, seja em caixinhas ou nas memórias. E mesmo que agora a gente não perceba o quanto são valiosos esses detalhes, um dia, são eles, que nos fazem compreender tudo. E quando a saudade aperta, é bom ter uma caixinha com os detalhes grandiosos… ou rever fotos que nos lembram de cada detalhe… feliz os noivos.. feliz você… por terem isso! =)

    Beijo.

  2. Priscila Castro says:

    Como sempre… arrazou nas fotos!!!

  3. Emi says:

    incrível como vc inova a cada trabalho…

    impressionante como vc capta detalhes e os transforma numa simplicidade absurda!

    parabéns… arrasando como sempre!

    beijo, Emi.

  4. lindas as fotos!
    adorei o penteado dela tb. :)

    kudos pro fotógrafo e pro cabelereiro! :D

  5. Ana Paula says:

    Amei esse ensaio. Adorei todas as fotos. Quero o meu assim!
    Beijos a todos da equipe,
    Ana

  6. Patricia says:

    E eu? Preciso falar alguma coisa?
    Foi perfeito!
    Vocês foram demais!!!
    Aliás, se eu precisar passar algum outro vestido eu te chamo, Ro! hahaha
    Muitas saudades desse dia!
    Obrigada do fundo do meu coração!
    Beijos,
    Paty

  7. Caracas Ro, não tinha visto esse trabalho, acho que acabei passando e não tinha visto, mas agora que vi, não posso deixar de comentar, mesmo atrasado !!! Gostei muito das fotos, sensacional mesmo !! Principalmente a penúltima que os noivos estão mordendo um doce juntos, está muito linda, as cores da foto, o contraste, que vc sabe, gosto bastante, hehehehe Show de bola !!!
    Parabéns mesmo…

    Valeu…

    Thi

  8. [...] Adriana e Daniel, Patrícia e Laurindo e Josephine e Thales por terem confiado na minha motivação para poder relembrar pra sempre as [...]

Deixe seu comentário



Fotografia e Filmes de Emoção

A gente não busca histórias perfeitas.
A gente conta histórias verdadeiras.
E por assim ser, especialmente únicas.

Não que elas dependam da gente para acontecer.
Mas sim, dependem orgulhosamente da gente para permanecer.

O click é de fato o som do infinito.
O instante não volta.
A Fotografia jamais vai.
A emoção nunca pára.

Tome seu tempo.
Reviva seus sonhos.

Rodrigo Zapico